Cor + Ação = Coração

Estamos vivendo a onda dos livros de pintura para adultos… Uma verdadeira febre!! Mal chegam à livraria e acabam no mesmo dia.

Minha dúvida é se as pessoas realmente gostam e querem mesmo pintar ou se a palavra antiestresse estampada na capa é o maior chamariz.

Há alguns dias assisti à uma cena bem peculiar. Uma pessoa adulta (ou talvez uma pessoa crescida, mas não necessariamente adulta) pintava um desses livros. Seu semblante estava tenso, contraído. Nem de longe parecia estar se desestressando.

A atividade da pintura é legal, porém, mais legal ainda é entrar em contato com a ludicidade da proposta.

As palavras “mágica”, “secreto”, “encantada” não estão ao acaso nos títulos desses livros. É uma mensagem e um convite ao adulto a acessar o mundo subjetivo que anda tão esquecido e empobrecido ultimamente.

Estamos perdendo a capacidade de imaginar, de criar, de encantar. “A vida não se justifica pela utilidade. Ela se justifica pelo prazer e pela alegria”, já dizia Rubem Alves.

Então, fica aqui um convite:

Que todas as pessoas que estejam aderindo aos livros de pintura possam ir além das páginas, possam colorir com mais amor os espaços e as linhas da vida e quem sabe assim entender a metáfora do coração (COR + AÇÃO) e colocarem mais colorido em suas ações.